Um programa de computador pela primeira vez ultrapassa o teste de Turing

stella computer

Minha filha, Stella “trabalhando” no meu macbook

Wow… essa é a notícia do dia.. Um programa de computador foi capaz de enganar um grupo de pesquisadores, fazendo-os pensar que se tratava de um garoto de 13 anos chamado Eugene Goostman.

Desta forma, ele se tornou o primeiro no mundo a ter sido aprovado no teste de Turing. Mas você sabe o que é esse teste que leva o nome do pioneiro da ciência Alan Turing?

O Teste de Turing testa a capacidade de uma máquina exibir comportamento inteligente equivalente a um ser humano, ou indistinguível deste.

No exemplo ilustrativo original, um julgador humano entra em uma conversa, em linguagem natural, com outro humano e uma máquina projetada para produzir respostas indistinguíveis de outro ser humano.

Durante o teste, todos os participantes estão separados um dos outros. Se o juíz não for capaz de distinguir com segurança a máquina do humano, diz-se que a máquina passou no teste.

O teste não verifica a capacidade de dar respostas corretas para as perguntas; mas sim o quão próximas as respostas são das respostas dados por um ser humano típico.

A conversa é restrita a um canal de texto, como um teclado e uma tela para que o resultado não dependa da capacidade da máquina de interpretar áudio.

225px-Alan_Turing_photo

Alan Turing

O teste foi introduzido por Alan Turing em seu artigo de 1950 “Computing Machinery and Intelligence”, que começa com as palavras: “Eu proponho considerar a questão “As máquinas podem pensar?”. Já que “pensar” é difícil de definir, Turing preferiu “trocar a pergunta por outra, a qual está relacionada à anterior, e é expressa em palavras menos ambíguas” . A nova pergunta de Turing é: “Há como imaginar um computador digital que faria bem o ‘jogo da imitação?”‘.

Desde 1950, o teste provou ser, ao mesmo tempo, altamente influenciante e criticado, e é um conceito fundamental da filosofia da inteligência artificial. Para superá-lo, um programa de computador deve enganar 30 por cento dos juízes humanos em um chat de texto de pelo menos cinco minutos, uma meta que nunca antes na historia da humanidade, tinha sido alcançado. “Eugene” foi criado por uma equipe russa e passou no teste organizado pela Universidade de Reading, enganando um dos três juízes.

É de notar que um chatbot que afirma ser um adolescente de 13 anos de idade e que não é de lingua-mãe Inglês não é exatamente como o Hal 9000 , o mitico computer de 2001, Uma odisseia no Espaço. Não estamos falando de inteligência artificial, neste caso mas sim de uma grande atitude lúdica por parte dos criadores de Eugene.

Mesmo assim, essa noticia não deixa de ser muito interessante, a tal ponto que varios críticos têm levantado preocupações sobre as suas potenciais implicações . “Ter um computador capaz de convencer um ser humano de que ele é uma pessoa, pode ser uma porta aberta para a cibercriminalidade”, disse hoje ao jornal The Independent, Kevin Warwick, professor da Universidade de Reading e vice-reitor para Pesquisa da Universidade de Coventry.

Independentemente disso, a partir de agora temos que lidar com o fato de que entramos em uma nova era da computação.

Agora que você já sabe o que é o Teste de Turing, compartilhe essa notícia com teus amigos e colegas..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s